quinta-feira, 24 de julho de 2014

IBOPE X Datafolha: realidade x ficção

A pesquisa IBOPE divulgada pelos jornalões e toda a mídia nesta 4ª feira (ontem), chama a atenção pela diferença e o contraste com a do Datafolha divulgada há uma semana.
 
Esta do IBOPE está diferente nos resultados e na forma de divulgação. Mostra a real a situação estável da candidatura à reeleição da presidenta Dilma Rousseff e que ela mantém a possibilidade de vencer no 1º e no 2º turno. Ao contrário da pesquisa Datafolha, que a mostra em empate técnico na segunda etapa da disputa com o candidato tucano ao Planalto, senador Aécio Neves (PSDB-MG).
 
Isso mostra que algo está podre no reino das pesquisas. Os especialistas dirão – preparem-se! – que não, tudo não passa de metodologias diferentes. Nada disso. A questão de fundo e que conta é o uso político-eleitoral. E mais do que eleitoral, especulativo, que se faz das pesquisas, como confirmam as oscilações na Bolsa de Valores (BOVESPA) e o mercado de doações financeiras das empresas e bancos às campanhas. (Blog do Zé Dirceu)

LULA: SEGURAR INFLAÇÃO COM ARROCHO DE SALÁRIO É FACIL

No Brasil, durante os 12 anos dos governos Lula e Dilma, a inflação se manteve dentro da meta. Isso foi feito com aumento real de salário mínimo, crescimento do mercado interno e uma taxa de desemprego menor que muito países europeus. Como disse Lula ontem, “É muito fácil controlar a inflação demitindo trabalhadores e arrochando salários”, mas o compromisso dos governos Lula e Dilma tem sido o de controlar a inflação melhorando a vida do trabalhador. (Do facebook de Lula)

Jatene é condenado pelo TRE e irá pagar multas

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Pará (TRE/PA) condenou ao pagamento de multas no valor total de R$ 12,5 mil o governador e candidato à reeleição, Simão Jatene (PSDB), por propaganda extemporânea, ou seja, realizada fora do período de campanha eleitoral, no município paraense de Peixe-Boi.

A decisão do juiz auxiliar de propaganda, Marco Antônio Lobo Castelo Branco, foi divulgada no dia 21 e, por ser monocrática, ainda, é passível de recurso para apreciação do pleno do TRE-PA.

A ação foi impetrada pelo Ministério Público Eleitoral e se refere à afixação de dois outdoors com fotos de Jatene e ainda do senador Flexa Ribeiro (PSDB), com os dizeres “Dito e feito. O povo de Peixe-Boi agradece ao governador Simão Jatene, a realização de um sonho, a PA-242 e as pontes Rio Peixe-Boi: o Pontilhão e a Ponte Rio Capanema. Obrigado governador!”.

Com o pedido de liminar deferido, os citados chegaram a recorrer da decisão afirmando que não foram os autores da instalação das placas e que como os outdoors foram retirados dentro do prazo de 48 horas, não caberia aplicação de multa.

Mas com base em larga jurisprudência existente sobre esse tipo de situação, o juiz entendeu que houve “tentativa indireta ou disfarçada de obter apoio do eleitorado por intermédio do voto” e classificou a argumentação de que os representados “não sabiam da afixação de enormes cartazes em rodovias de grande circulação” como “completamente inidôneo”. (Fonte: DOL)

HISTÓRIAS DE ARIANO SUASSUNA, POR RICARDO NOBLAT

Conversa de Ariano Suassuna com um amigo.

- Eu só viajo de carro porque tenho medo de avião.

- Que é isso, Ariano? Você viaja de carro por estradas ruins e de repente encontra um buraco. O carro cai no buraco, capota e lá se foi você – argumentou o amigo.

- E no avião, que o buraco acompanha o voo?

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Ariano entrou agoniado no táxi. Ía para um evento na Academia Brasileira de Letras e estava vestido a caráter - uniforme de gala, ou fardão, como é conhecido, de veludo com detalhes dourados.

A mulher de Ariano falou para o taxista:

- Vamos logo que ele já está atrasado para o evento.

No que o taxista respondeu:

- Do jeito que ele está vestido, duvide-o-dó que essa festa comece sem ele!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Candidato a uma vaga na Academia Brasileira de Letras, João Ubaldo pediu a Jorge Amado, seu amigo, que intercedesse por ele junto a Ariano. Jorge e Ariano já eram “imortais”.

- Não posso. Uma vez pedi o voto de Ariano para a eleição de Eduardo Portela. Ele disse que votaria e não votou – respondeu Jorge.

Mas diante da insistência de João Ubaldo, concordou em procurar Ariano. Que garantiu seu voto para João Ubaldo.

- É, mas você garantiu para Eduardo Portela e não votou – lembrou Jorge.

- Você tem toda razão. Prometer, eu prometo. Mas sou meio esquecido – encerrou Ariano.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

De Ariano:

- Bom mesmo é falar mal pelas costas, porque pela frente é constrangedor.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Quando Ariano foi convidado para ser Secretário de Cultura do Recife, o assessor de imprensa da prefeitura pediu-lhe um currículo para distribuir com os jornalistas e ser publicado no Diário Oficial do município.

- Não tenho currículo - respondeu Ariano.

Impaciente, o assessor insistiu:

- Todo secretário tem que apresentar um currículo.

Aí foi Ariano que ficou impaciente. E disse:

- Então anota aí: Ariano Suassuna, escritor brasileiro, razoavelmente conhecido no Exterior.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- As coisas estão mudando muito. Já não reconheço algumas – comentou Ariano com Leda Alves, sua amiga, quando exercia o cargo de pró-reitor comunitário da Universidade Federal de Pernambuco.

- O que foi que houve? Conte – pediu Leda.

- Me chamaram no Departamento de Pessoal. E a moça de lá foi logo me perguntando: “O senhor é do Qufupe, não é? Respondi: “O que é isso, moça... Não sou homem disso não.” Mas aí ela veio com uma conversa ainda pior. Me olhou e disse: “É porque o senhor tem duas dentro e não gozou”. E aí eu disse: “Moça, essa conversa está muito atrapalhada. Não é pra mim. Adeus”. E fui embora.

Ariano fingiu não saber que Qufupe era a abreviação de Quadro Único da Universidade Federal de Pernambuco. E que “duas dentro” significava duas licenças a que tinha direito, mas que não tirara ainda.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Ariano costumava chamar a morte de "Caetana". E em suas aulas-espetáculo sempre dizia assim:

- Não vou morrer. Vou me esconder da "Caetana" e ela não vai me pegar.

Na semana passada, porém, no Festival de Inverno de Garanhuns, ele encerrou o que seria sua última aula dizendo:

- Vou dizer uma coisa a vocês: eu vou morrer. Vou, sim. Mas meus personagens ficarão todos com vocês.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

GOVERNO AÉCIO FAZ AEROPORTO PRO TITIO

A Fel-lha de SP (*), cuja bílis apodreceu, avisa na capa que o Arrocho fez aeroporto em fazenda do Titio.

O Governador Aécio Neves detonou R$ 14 milhões do Erário Estadual para construir um aeroporto na fazenda do Titio, na cidade de Claudio, MG.

É o aeroporto que o “presidenciável” usa quando vai descansar na fazenda da família ali perto. Para pousar no aeroporto Titio tem que autorizar, diz a Fel-lha.

Se o PT ainda morder esse poderia ser retumbante tema da campanha na tevê. Se tiver caninos, porque, como diz o Mauricio Dias, parece que perdeu a combatividade.

Em tempo: como se sabe, o insigne Senador Agripino Maia – que deu para elogiar o Bolsa Família, é o coordenador da campanha do Arrocho, que não segue as ideias do avô, mas as do Armínio NauFraga e, agora, como se vê, as do Titio. Esse Bessinha…
(Paulo Henrique Amorim - Blog Conversa Afiada)

Dunga volta ao comando da seleção brasileira

Há exatos 100 anos, a seleção brasileira tinha tudo pela frente ao iniciar sua trajetória com vitória por 2 a 0 sobre os ingleses do Exeter City. Na terça-feira, no primeiro dia do seu segundo século, só resta o passado como estímulo e ameaça para o futebol pentacampeão do mundo manter sua hegemonia.

No momento em que o esporte nacional necessita de uma internação para recuperar a identidade e o prestígio de outrora, a CBF contratou um ex-empresário de jogador, Gilmar Rinaldi, para coordenar a reestruturação, e anunciará a volta do técnico Dunga, símbolo maior do futebol de resultados e da combatividade, dentro e fora do campo. (O GLOBO)

sábado, 19 de julho de 2014

Prima de Eduardo Campos declara apoio a Dilma

Em coletiva realizada na manhã de sexta-feira (18), a vereadora do Recife, Marília Arraes, anunciou apoio as candidaturas da presidenta da República, Dilma Rousseff (PT) e também de Armando Monteiro (PTB) para o governo estadual, João Paulo (PT) ao senado e do candidato a deputado federal pelo PT, Dilson Peixoto. “Não acredito que Eduardo Campos seja a melhor opção para o País”, disse Marília.

Marília se colocou à disposição para contribuir com a aliança PT-PTB ao governo do estado. “Não tenho medo de cara feia. Se o partido tomar a atitude ditatorial de me tirar, não sei como vai explicar à população que Armando Monteiro não é continuidade” complementou Marília.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, disse, na coletiva, que Marília Arraes é um grande reforço para a campanha de Dilma e Armando. Para o senador, ela tem um importante histórico de lutas em favor dos que mais precisam, da juventude e pelo Recife.

A pessebista também criticou a escolha do candidato do seu partido ao governo estadual e classificou Paulo Câmara (PSB), como candidato biônico. A vereadora disse ainda que o PSB “passou do limite da coerência”. A parlamentar também disse que não sabe como Eduardo Campos vai explicar a população que o projeto que Lula defende não é o melhor para o Brasil. (Agência PT de Notícias)

Morre no interior de São Paulo o escritor Rubem Alves

O educador e escritor Rubem Alves morreu neste sábado (19) de falência múltipla dos órgãos, informou o Hospital Centro Médico de Campinas. De acordo com o último boletim divulgado, assinado pelo intensivista e cardiologista Roberto Munimis, o paciente, que estava internado desde o dia 10 de julho na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por apresentar insuficiência respiratória devido a uma pneumonia, faleceu às 11h50. Mais cedo, em outro boletim médico, o médico relatava a piora da condição circulatória do escritor.

No dia 17 de julho, Raquel Alves, sua filha, postou na página oficial de Rubem Alves no Facebook uma foto de infância e uma atual ao lado do pai, agradecendo o carinho dos amigos:"Não vou comentar sobre a minha dor e nem da minha família. Isso seria chover no molhado... Mas posso afirmar que prefiro converter a dor, de ver meu pai tão mal - em amor e gratidão por esse homem e esse pai maravilhoso. Seria injusto pensar nele com dor. Uma pessoa que só tem beleza nos olhos e amor no coração - o tempo todo - alma, pura alma...

Rubem Alves é pedagogo, poeta, filósofo, cronista, contador de histórias, ensaísta, teólogo, acadêmico, palestrante, autor de livros para crianças e psicanalista. Ele nasceu no dia 15 de setembro de 1933, em Boa Esperança, no Sul de Minas Gerais, e atualmente mora em Campinas. Cursou Teologia no Seminário Presbiteriano de Campinas, e exerceu as atividades de pastor na cidade de Lavras em Minas Gerais. Em 1963, foi estudar em Nova York e voltou com o título de mestre em Teologia. Em 1968, foi perseguido pelo regime militar brasileiro, que o acusou de subversão. Viajou aos EUA, onde cursou doutorado em filosofia na Princeton Theological Seminary.

Tido como uma das principais referências no pensamento sobre educação, tem uma bibliografia que conta com mais de 160 títulos - entre eles, “O que é religião?", “A volta do pássaro encantado”, “Variações sobre a vida e a morte” (teologia) e “Filosofia da ciência” - distribuídos em 12 países. (Fonte: ORM News) 

Água de coco é rica em nutrientes e benefícios


Hidratar o corpo é fundamental principalmente nessa época do ano, quando os dias são bem mais quentes. A perda de água e sais minerais no calor é maior e a falta de líquidos no organismo pode levar à desidratação.
Além da água e dos sucos naturais, uma ótima opção para manter o corpor hidratado é a água de coco. Além de refrescante e deliciosa, ela é um isotônico natural, ou seja, rico em nutrientes e minerais (como o potássio), a água de coco ajuda o corpo a manter o equilíbrio natural e ainda tem ação diurética já que elimina o excesso de água do organismo sem alterar o nível de potássio - como fazem os medicamentos artificiais.

Como não contém conservantes nem outras substâncias artificiais (pelo menos na versão natural), tem a vantagem de não provocar alergia e poder ser ingerida por qualquer um – com raríssimas exceções. Em 100 ml, a bebida apresenta cerca de 250 mg de potássio (a porcentagem total das necessidades diárias) e 105 mg de sódio (metade do valor recomendado por dia), além de boas doses de cálcio, magnésio e vitamina C. Embora a água de coco possa diminuir as necessidades de líquido do organismo, ela não substitui a ingestão de água potável. 

Suas propriedades atuam no combate à pressão alta, problemas cardíacos, fraqueza muscular, dores de cabeça e mal-estar faz com que a bebida se torne ainda mais especial. Tudo isso sem falar que ela também combate o colesterol e possui apenas 22 calorias (por 100 ml).

Por ter a composição muito semelhante à do soro fisiológico, com quantidades de água e sódio parecidas, o líquido do coco é indicado para combater diversos problemas de saúde: Ajuda a evitar cãibras e fraqueza muscular; Equilibra o sistema circulatório, pois regula o nível de sódio e de água no corpo; Ela também é ideal para repor os líquidos e os sais perdidos através do suor durante a prática de atividades físicas; Combate prisão de ventre, dor de cabeça e mal estar; Ajuda a reduzir o nível de colesterol e a febre, hidrata e amacia a pele e ainda serve como calmante; É recomendada para pacientes com diarreia, desidratação e que sentem enjoos, como na gravidez e nos tratamentos de quimioterapia- nesses casos, a aceitação é maior do que a da água.

CAUTELA

Hipertensos e diabéticos devem consumir a bebida com moderação, pois em excesso fornece muito sódio e glicose. Pessoas com disfunções renais e retenção de líquidos também precisam consumir a água de forma moderada por causa do sal. Além disso, pessoas com hipercalemia (excesso de potássio), baixa produção de urina por termólise após transfusões de sangue ou pessoas que foram tratadas com soro antiofídico, no qual o potássio é muito alto, devem evitar a água de coco. (Fonte: DOL)

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Lula: no tempo de FHC era roubar por roubar, sem denúncias


Em mais uma rodada de provocações públicas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desafiou nesta sexta-feira (18) o PSDB e seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso, a provar que algum governo tenha criado "mais mecanismos para mandar prender corrupto" do que sua gestão.

Convocando mais uma vez a militância do PT a discutir a corrupção nas eleições, Lula afirmou que no governo FHC era "roubar por roubar e não tinha denúncia porque tinha um tapete grande para jogar toda sujeira para debaixo".

Nas últimas semanas, os dois ex-presidente têm trocado alfinetadas públicas sobre o tema. Nesta terça-feira (15), Fernando Henrique publicou um artigo acusando o petista de omissão sobre o mensalão, principal escândalo de seu governo.

FHC afirmou que o colega promove "baixarias e falsas acusações", é "incapaz da autocrítica" e tenta "distrair a opinião pública jogando culpa nos outros". O texto foi uma resposta, com quase duas semanas de atraso, a uma fala de Lula apontando que o tucano "desmantelou instrumentos de combate à corrupção".

Lula, que declarou não ter o hábito de ler o tucano, decidiu rebater o colega nesta sexta, durante a primeira caminhada da campanha de Alexandre Padilha ao governo paulista.

Segundo o petista, Fernando Henrique talvez não esteja gostando de seu discurso. "Eu vou continuar falando: nós temos que debater a corrupção nesse país. Eu duvido, eu desafio eles a provarem se algum presidente nesse país criou mecanismo de investigação, de apuração, de mandar prender corrupto que eu criei em oito anos", disse.

O petista, que criou em 2003 a Controladoria-Geral da União, afirmou ainda que em seu governo apenas pessoas honestas não era denunciadas. "Eu desafio quem foi que mais contratou policiais federais, que mais investiu na inteligência, que criou mecanismos de investigação de lavagem de dinheiro, quem mais puniu funcionário público nesse país". (Site: TNONLINE)